Enem

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Adjetivo antes de substantivos concorda com o mais próximo

Adjetivo antes de substantivos concorda com o mais próximo

O princípio básico da concordância nominal em português indica que os adjetivos se harmonizam com os substantivos a que se referem, sofrendo as flexões de gênero e número. É fato, porém, que esse princípio não dá conta de explicar todas as situações de concordância da língua.

É preciso observar, por exemplo, que, quando um mesmo adjetivo se refere simultaneamente a mais de um substantivo, a sua posição na frase interfere na concordância. Estar antes ou depois da sequência de substantivos faz diferença.

Ignorando esse tipo de comportamento, é comum vermos a concordância abusiva em frases como a seguinte:

“É ver os desertos convento de Santa Tecla e mosteiro de São Sérgio.”

O termo “deserto” funciona como adjetivo e qualifica tanto o convento como o mosteiro. Ocorre que o adjetivo anteposto a mais de um substantivo concorda apenas com o elemento mais próximo. Exemplifica-se esse tipo de construção com frases do tipo “Escolheu má hora e lugar para o encontro” (“má” concorda com “hora”, mas refere-se tanto a “hora” como a “lugar”).

É fato que, nessa estrutura, não há artigos individualizadores, como há no fragmento que trata do convento e do mosteiro. A própria presença do artigo inviabiliza a construção. A título de comparação, observe que não se diz em português algo como “os pai e filho”, ou seja, não se pluraliza o artigo diante de vários termos no singular. Essa é uma estrutura que se encontra somente nos casos em que se alude a nomes de pessoas (“os célebres Machado e Alencar”).

Vemos, portanto, que a tarefa do redator seria buscar outra forma de expressar a sua ideia. Uma possibilidade seria atribuir diferentes adjetivos a cada um dos substantivos:

É ver o deserto convento de Santa Tecla e o solitário mosteiro de São

Nenhum comentário:

Postar um comentário